domingo, 11 de fevereiro de 2018

Coluna de Notícias 808. (Anexo slide: Amo Pessoas).

"DEMOCRATIZANDO A COMUNICAÇÃO – Coluna de Notícias"

Uma forma diferente de noticiar!"

Ano X – Edição nº 808 (geral) e 6ª do ano. Fontes de informações: rádios, tv, jornais e e-mails.

*Hermes Alves de Oliveira, idealizador e editor – Criado em 13 de outubro de 2007.

Contatos telefônicos: (084) 9.8125-2674/Vivo, 9.8848-2592/Oi (WA), .99416-4808/Claro e 9.9921-5275/Tim.

Contatos eletrônicos: hermesoliveira1@hotmail.com / http://democratizandoacomunicacao.blogspot.com.br/.

Mossoró/RN, domingo, 11 de fevereiro de 2018 – Edição Especial - Atualizações aos sábados.

Túnel do tempo = Ano: 2017. Semana: 06/52, dias: 42/365 e faltam 323 dias para o final do ano.

"Causos, poesias e prosas democráticos!"

" - Nós somos venenosas? - Não sei, por que? - Eu acabei de morder o lábio!" Duas Cobras Conversando no Meu Roçado. - Por Francisco Martins, em 28/04/2017. Abraços, Mané Beradeiro - Cidadão da lendária e mítica São Sarauê. Contador de Causos e declamador de poesia matuta na literatura do Rio Grande do Norte. (Francisco Martins – Escritor e criador d'O Mané Beradeiro. www.franciscomartinsescritor.blogspot.com).

 

Estimados/as Amigos/as:

Sei que em período de folia poucos e estão para a leitura, mas, tem aqueles que não são de carnaval e com certeza ficarão à cata de informações não desprezíveis e fúteis. Então vamos contemplar essa turma do bloco literário. Pois, o Bloco da Maldade Temer não tá pra brincadeira e já anuncia querer votação da reforma até o fim do mês, o amigo Ricardo Lopes nos contempla no Repórter por uma edição, o poeta Caio César mesmo na folia manda a Bronca do Leitor/Internauta e, no Quadro Fique Sabendo um breve histórico da origem do carnaval. Entre outras mais. Boa leitura nobre leitor/a.

 

GOVERNO QUER VOTAR REFORMA DA PREVIDÊNCIA ATÉ O DIA 28. Líder do Planalto na Câmara admite que, sem apoio, texto pode não ser votado. Depois de uma série de idas e vindas, a versão final ao menos até o Carnaval da reforma da Previdência foi apresentada nesta quarta-feira (07).

O texto foi redigido pelo relator da PEC (proposta de emenda à Constituição), Arthur Maia (PPS-BA), mas apresentado pelo líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). A proposta vai embasar uma emenda aglutinativa, texto oficial que será concluído em plenário, após discussão com os parlamentares.

NOVAS ALTERAÇÕES SÓ SERÃO ACEITAS SE VIEREM CASADAS COM PROMESSA DE VOTOS - O governo planeja votar o texto até o dia 28 de fevereiro. A ideia é tentar liquidar o assunto neste mês. Caso não haja votos suficientes para aprovar, presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) não quer nem levar o texto a plenário e pretende engavetá-lo.

Agora, pela primeira vez, Aguinaldo reconheceu que o texto pode ir para a gaveta.

"Essa matéria, seria uma irresponsabilidade, o país se submeter, num momento como este, em que tivemos um downgrade de rating brasileiro, exatamente em função dessa perspectiva. O mercado teve essa percepção antecipadamente. Seria um atentado ao Estado brasileiro colocar uma matéria sabendo que não aprovará. Por isso, vamos fazer todo o esforço", disse Aguinaldo, que foi além:

"Não vamos submeter uma matéria como esta, de responsabilidade e que tem efeito sobre o nosso país, sem que haja a plena convicção de sua aprovação no plenário. Nós vamos trabalhar para isso e, se deus quiser, até o dia 28, espero, a partir deste texto, construir este cenário, junto com a base, para aprovação."

Se não for possível aprovar a reforma, o líder afirmou que novas propostas econômicas serão discutidas em conjunto com o Congresso. FONTE: sosconsumidor.com.br, por Daniel Carvalho Gustavo Uribe, publicado em 08/02/2018.

 

ROCK IN RIO MOSSORÓ. O Moto Club Carcarás do Asfalto, localizado às margens do Rio Mossoró, não deixará os amantes do bom Rock In Roll renderem-se ao momento momesco e apresenta ROCK IN RIO MOSSORÓ com cinco bandas se apresentar a partir das 16 horas desta terça-feira (13) a saber: FORSAKEN, NAME, THE BRIDGE (Pau dos Ferros/RN), BEHIND THE PICTURE e SPY FIVE (Pau dos Ferros/RN). O Clube Carcarás do Asfalto fica na Av. Cunha da Mota – Centro de Mossoró, ao lado do antigo Jornal Gazeta do Oeste.

 

RICARDO LOPES, REPÓRTER POR UMA EDIÇÃO! – Fiz meu livro LEGADO com todo amor e afinco, passei 2 meses selecionando as fotos, 4 meses editando uma por uma meticulosamente, ao concluir o trabalho, imediatamente, agradeci e Deus e fiz um gesto com os braços para comemorar, num descuido bati no HD, ele caiu e foi avariado, no começo me desesperei, mas em pouco tempo entendi que era a vontade de Deus, relaxei e no dia seguinte fui atrás de meios para recuperá-lo, ao fim de quase dois meses e depois de gastar um bom dinheiro, consegui sucesso e fui então na batalha de edita-lo, juntei todas as minhas economias, consegui alguns patrocinadores, contrai um empréstimo com um agiota e consegui o montante exato de R$ 50.000,00, com esse dinheiro em mãos (as gráficas só trabalham diante pagamento) contratei a melhor gráfica da região, localizada em João Pessoa, lá escolhi uma capa com verniz localizado, o melhor papel, a melhor impressão, e mandei imprimir 2.000 exemplares. Com o livro em mãos fiz a noite de autógrafos e caí em campo para vendê-lo, atuei através da Net, fazendo visitas pessoais e por telefone, com muito esforço vendi 1.200 livros. Hoje quase dois anos depois, tenho em mãos 800 exemplares que ao serem transformados em vendas me tirariam de todo o aperto que estou passando agora, o que é melhor, isso sem precisar pedir nada a ninguém. São oitocentos livros para uma cidade de 300.000.00 habitantes.

Se você ainda não adquiriu o seu, me dê essa oportunidade, o livro custa R$ 80,00 com frete grátis para todo Brasil, sem falar que ele é uma ótima opção de presente.

Sou suspeito mas o livro é lindo, com medidas 20x30, tem 200 páginas e contém fotos de Mossoró e região, contemplando os seguintes temas: Ecossistemas, Flores Nativas, Animais, Riquezas Naturais, Arquitetura (prédios históricos e turísticos) Fotos Aéreas e Espetáculos.

COMO COMPRAR: depósito ou transferência no Banco do Brasil na seguinte conta: Agência: 2828-2, Conta Corrente: 16.600-6 em nome de Ricardo F F Lopes – ME. Valor R$ 80,00 (oitenta) reais. Entregamos em domicílio em qualquer pare do Brasil. Desde já obrigado a todos que me prestigiarem.

 

BRONCA DO LEITOR/INTERNAUTA (582). – NOTA DE REPÚDIO AO SINDJORN. Para que serve um sindicato? Em tese, imagina-se que para lutar pelas causas da categoria a qual representa. Convocá-la a definir metas, buscar somas de força para vencer as batalhas.

Nos últimos anos Mossoró perdeu três jornais impressos, vários postos de serviço foram esvaziados, vários profissionais estão por aí, vagando sem saber ao certo que rumos tomar.

Temos uma faculdade de jornalismo formando, ano a ano, profissionais que também não sabem pra onde ir, o que fazer com seus diplomas após o término do curso.

Aí eu pergunto: e onde está o Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Norte? Na última eleição o candidato vencedor do pleito veio a Mossoró, fez um burburinho danado, reuniu alguns profissionais, prometeu descentralizar o sindicato, prometeu fazer um recadastramento de sócios, colocou um representante local na chapa, alegando que, com isto, o sindicato ficaria mais próximo da região. Não funcionou.

Esta semana recebemos, associados e não-associados, a notícia do reajuste salarial que deveria ter acontecido em setembro do ano passado. 1, 73%. Como? De onde se tirou este percentual? Como isto foi discutido? Alguma assembleia da categoria discutiu este percentual ridículo?

Sindicato fraco e que se pretende fraco. Não me representa, literalmente, pois não sou associado. Porém, sofrerei na pele pelas resoluções tomadas de cima pra baixo e misteriosamente. Não me representaria também se fizesse parte dos seus quadros.

1,73% não é reajuste, é um atestado de incompetência e de falta de força. Caio César Muniz, via facebook, em 07/02/2018.

 

FIQUE SABENDO... "Carnaval é um festival do cristianismo ocidental". Por Ana Carla Silva, em 02/03/2017. FONTE: https://prezi.com/mmwvjeifze67/carnaval-e-um-festival-do-cristianismo-ocidental-que-ocorre/.

O carnaval de rua do Rio de Janeiro é designado pela Guinness World Records como o maior carnaval do mundo. O  Carnaval de Recife e Olinda é marcado pelo desfile do maior bloco de carnaval do mundo, o Galo da Madrugada.

Carnaval é um festival do cristianismo ocidental que ocorre antes da estação litúrgica da Quaresma. Os principais eventos ocorrem tipicamente durante fevereiro ou início de março, durante o período historicamente conhecido como Tempo da Septuagésima (ou pré-quaresma). O Carnaval normalmente envolve uma festa pública e/ou desfile combinando alguns elementos  circenses, máscaras e uma festa de rua pública. As pessoas usam trajes durante muitas dessas celebrações, permitindo-lhes perder a sua individualidade cotidiana e experimentar um sentido elevado de unidade social.

O consumo excessivo de álcool, de carne e outros alimentos proscritos durante a Quaresma é extremamente comum. Outras características comuns do carnaval incluem batalhas simuladas, como lutas de alimentos; sátira social e zombaria das autoridades e uma inversão geral das regras e normas do dia-a-dia. O termo Carnaval é tradicionalmente usado em áreas com uma grande presença católica. No entanto, as Fillipinas, um país predominantemente católico romano, não comemora mais o Carnaval desde a dissolução da festa de Manila em 1939, o último carnaval no país. Nos países historicamente luteranos, a celebração é conhecida como Fastelavn e em áreas com uma alta concentração de anglicanos e metodistas, as celebrações pré-quaresmais, juntamente com observâncias penitenciais, ocorrem na terça-feira de carnaval. Nas nações eslavas ortodoxas orientais, o Maslenitsa é celebrado durante a última semana antes da Grande Quaresma.

Na Europa de língua alemã e nos Países Baixos, a temporada de Carnaval tradicionalmente abre no 11/11 (muitas vezes às 11:11 a.m.). Isto remonta a celebrações antes da época de Advento ou com celebrações de colheita da Festa de São Martinho.

O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Santa Cruz de Tenerife, Nova Orleans, Toronto e rio de Janeiro se inspiraram no Carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas. Já o Rio de Janeiro criou e exportou o estilo de fazer carnaval com desfiles de escolas de samba para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio e Helsinque.

ETIMOLOGIA: As etimologias populares afirmam que a palavra vem da expressão do latim tardio carne vale, que significa "adeus à carne", significando o período de jejum que se aproxima. No entanto, esta interpretação não é apoiada por provas filológicvas.

A expressão carne levare do italiano é uma possível origem, que significa "remover a carne", uma vez que a carne é proibida durante a Quaresma.

HISTÓRIA: Entre os antigos egípcios havia as festas de Ísis e do boi Ápis; entre os hebreus, a festa das sortes; entre os gregos antigos, as bacanais; na Roma Antiga, as lupercais, as saturnais. Festins, músicas estridentes, danças, disfarces e licenciosidade formavam o fundo destes regozijos. Pelo seu lado, os gauleses tinham festas análogas, especialmente a grande festa do inverno a que é marcada pelo adeus à carne que a partir dela se fazia um grande período de abstinência e jejum, como o seu próprio nome em latim "carnis levale" o indica.

Outros estudiosos defendem a origem do nome romano para a festa do Navigium Isidis ("navio de Isis"), onde a imagem de Ísis era levada à praia para abençoar o início da temporada de velejamento. O festival consistia em um desfile de máscaras que seguia um barco de madeira decorado, possivelmente a origem dos carros alegóricos dos carnavais modernos.

Do ponto de vista antropológico, o carnaval é um ritual de reversão, no qual os papéis sociais são invertidos e as normas de comportamento são suspensas. Na Antiguidade, os povos consideravam o inverno como um reino de espíritos que precisavam serem expulsos para que o verão voltasse. O Carnaval pode assim ser considerado como um rito de passagem da escuridão para a luz, do inverno ao verão: uma celebração de fertilidade, a primeira festa de primavera doo ano novo.

Várias tribos germânicas celebravam o retorno da luz do dia. O inverno seria afastado, para se certificar de que a fertilidade poderia retornar na primavera. Uma figura central desse ritual era possivelmente a deusa da fertilidade Nerto. Além disso, há indicações de que a efígie de Nerto ou Frev, era colocada em um navio com rodas e acompanhada por uma procissão de pessoas disfarçadas de animais e homens vestidos de mulheres. A bordo do navio um casamento seria consumado como um ritual de fertilidade.

Tácito escreveu em sua obra Germania: "Os germânicos, no entanto, não consideram consistente com a grandeza dos seres celestiais confinar os deuses dentro de muros, ou compará-los à forma de qualquer rosto humano." "Depois, o carro, as vestes e, se você quiser acreditar, a própria divindade, são purificados em um lago secreto". Tradicionalmente, a festa também era uma época para satisfazer desejos sexuais, que deveriam ser suprimidos durante o jejum seguinte.

BRASIL: O Carnaval do Brasil é uma parte importante da cultura brasileira. É às vezes referida pelos brasileiros como o "Maior Espetáculo na Terra". A primeira verdadeira expressão carnavalesca desta festa brasileira, oficialmente reconhecida pelos historiadores brasileiros, ocorreu através dos entrudos desde o século XV em todo o território da Colômbia do Brasil.

O carnaval de rua do rio de Janeiro é designado pela Guinness World Records como o maior carnaval do mundo, com aproximadamente dois milhões de pessoas por dia. As escolas de samba são grandes, entidades sociais com milhares de membros e um tema para sua música e desfile a cada ano.

No Carnaval do Rio, as escolas de samba desfilaram no Sambódromo do Rio de Janeiro. Algumas das mais famosas incluem GRES Estação Primeira de Manqueira, GRES Portela, GRES Imperatriz Leopoldinense, GRES Beija-Flor de Nilópolis, GRES Mocidade Independente de Padre Miguel e, recentemente, GRES Unidos da Tijuca e GRES União da Ilha do Governador. Os turistas locais pagam 500-950 dólares, dependendo do traje, para comprar um traje de samba e dançar no desfile. Cerca de 30 escolas no Rio reúnem centenas de milhares de participantes.

Os blocos de carnaval são pequenos grupos informais com um tema definido em seu samba, geralmente satirizando a situação política. Mais de 440 blocos operam no Rio. Bandas são bandas musicais de samba, também chamadas de "bandas de carnaval de rua", geralmente formadas dentro de um único bairro ou fundo musical. A cadeia da indústria de Carnaval acumulou em 2012 quase 1 bilhão de dólares em receita.

O Carnaval de Recife e Olinda é marcado pelo desfile do maior bloco de carnaval do mundo, o Galo da Madrugada. Este desfile acontece no primeiro sábado do Carnaval (sábado de Zé Pereira), passa pelo centro da cidade de Recife e tem, como símbolo, um galo gigante posicionado na Ponte Duarte Coelho. Neste bloco, há uma grande variedade de ritmos musicais, mas o mais presente é Frevo (ritmo característico de Recife e Olinda que foi declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco). Em 1995, o Guinness Book declarou o Galo da Madrugada como o maior bloco de carnaval do mundo.

O Carnaval de Salvador tem grandes celebrações carnavalescas, incluindo o axé, uma música típica do estado da Bahia. Um caminhão com alto-falantes gigantes e uma plataforma, onde os músicos tocam canções de gêneros locais como axé, samba-reggae e arrocha, percorre a cidade com uma multidão seguindo enquanto dançam e cantam. Três circuitos compõem o festival. Campo Grande é o mais longo e tradicional. Barra-Ondina é o mais famoso, à beira-mar da Praia da Barra e Praia Ondina e Pelourinho.

 

CONQUISTE SEU EMPREGO:

NACIONAL: A PETROBRAS – Petróleo Brasileiro SA., realizará PROCESSO SELETIVO oferecendo 111 (cento e onze) VAGAS PARA VÁRIOS CARGOS, inscrições abertas até o dia 08/02/2018. Escolaridade exigida: MÉDIO / SUPERIOR. Salários: até R$ 10.726,45;

PI: A Prefeitura de Agricolândia/PI realizará CONCURSO PÚBLICO, oferecendo 107 (centro e sete) VAGAS PARA VÁRIOS CARGOS, inscrições até o dia 02/03/2018. Escolaridade exigida: FUNDAMENTAL / MÉDIO / SUPERIOR. Salários: até R$ 5.000,00. Maiores informações pelo edital no site: www.pciconcursos.com.br/concursos.

 

PANO RÁPIDO:

CRIADORA DA MINI SAIA COMPLETA 84 ANOS. Mary Quant OBE FCSD, (Kent, 11 de fevereiro de 1934) é uma estilista britânica que na década de 1960 foi a responsável pela criação da minissaia e também popularizou um tipo de roupa do início do século XX, com algumas pequenas mudanças: o Hot pants. Na juventude, Mary Quant criava suas roupas, e, aos poucos, decidiu vender as peças também, pois achava a moda "terrivelmente feia". Anos depois, com o marido, abriu a loja Bazaar, na famosa King's Road, em Londes. Criou um diminuto pedaço de pano que mudou o guarda-roupa feminino: a minissaia. As saias de 30cm de comprimento eram usadas com camisetas justas e botas altas. Em poucos anos, Mary Quant abriu 150 filiais na Inglaterra, 320 nos EUA e milhares de pontos de venda no mundo todo. A butique Bazaar se tornou o símbolo de vanguarda dos anos 60 e 70. Em 1966, a rainha Elizabeth II a condecorou com a Ordem do Império Britânico, prêmio que ela recebeu vestindo mais uma de suas criações. Em 1994, aos 60 anos, Mary Quant lançou uma coleção de acessórios e de cosméticos. "É para que ninguém me esqueça", disse a estilista, ainda adepta de minissaias. FONTE: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mary_Quant.

 

REGISTROS:

AMIGOS/AS DE PARABÉNS NA SEMANA!"Chegou a hora de apagar a velinha / Vamos cantar, aquela musiquinha! / Parabéns! / Parabéns! Pelo seu aniversário!" - Dia 11: Aline Monteiro – Imprensa, Lázaro Amab – Cantor, Maurício Machado – Autônomo e Sávio Barbosa – Judiciário. Seguidos por: Ana Lucas – Profª., Fátima Oliveira – Ass. Social, Liliane Balbino – SP e William Robson – Jornalista (12); Emery Costa – Jornalista (13); Emilly Caroline – Estudante, Janaiky Almeida – A. Social, Marcos Oliveira – Gazeta do Oeste e Symara Tamara – Profa.e Cantora (14); Arimatéia Lucas, Cesimar Oliveira e Sandra Ferreira – Parnamirim/RN (15); Ednilma Máximo e Geraldo Carneiro – Professores. E dia 17: Edynara Medeiros IDIARN e José Nicélio – PRF.

DO AMIGO/A LEITOR/INTERNAUTA: "Olá Capitão Hermes! Nesse carnaval vou ficar por aqui, se você também for ficar por aqui me manda um alô. Pra tomarmos umas gelas! Valeu e um abraço, Walter Silva". – Grande W.S, que bom ser selecionado para seu carnaval! Já vou aprontar a fantasia pro Bloco dos Lisos, pois, sempre é carnaval com ou sem pecado capital!

 

MEMÓRIA:

HÁ 73 ANOS! – Fundada a Associação Cultural Desportiva Potiguar, em 11/02/1945;

NA EDIÇÃO Nº 753/2017 (de 31/01), tratamos do seguinte tema: Veja como garantir o saque das contas inativa do FGTS; Bronca do leitor/internauta (534) – por José Walter silva: Fique sabendo... "Após décadas pregando a não violência, Gandhi é assassinado a tiros em 1948". Por Max Altman – do Opera Mundi.

DIA: hoje é Dia do Zelador e Dia Mundial do Enfermo. Ontem (10) foi Dia do Atleta Profissional (oficialmente, por lei, o dia correto é 04/02).

 

DO MUNDO ARTÍSTICO:

Foi um cantor brasileiro, considerado um dos maiores e mais versáteis intérpretes da música brasileira. Iniciou sua carreira artística no final da década de 1940. Estudou em um Colégio de Padres Salesianos em Niterói, onde chegou a cantar no coro da escola e também no coro da igreja que frequentava. Também trabalhou em um comércio até resolver participar de programas de calouros no rádio, no final da década de 40, no Rio de Janeiro. Sua voz era caracterizada pelo timbre grave e aveludado, mas principalmente pelo estilo próprio de cantar e interpretar, além da extravagância e penteados excêntricos. Proveniente de uma família de músicos, o pai (conhecido como Cadete) tocava violão, a mãe bandolim, os irmãos eram instrumentistas, as irmãs cantoras e o tio pianista. Sobrinho do músico Nonô, pianista que popularizou o samba naquele instrumento, também era primo do cantor Ciro Monteiro. Nosso homenageado gravou seu primeiro álbum em 1951, que foi chamado de "Saia Branca". Na época, por não ser muito famoso, teve pouca repercussão. Em 1952, por intermédio de seu irmão Moacyr, conheceu Di Veras, famoso empresário, conhecido por suas grandes estratégias de marketing. Ele o levou a São Paulo, especificamente à rua da Rádio Nacional. Di Veras começou a trabalhar na sua estética, exigindo que ele vestisse-se bem, pois por ser de família humilde não era acostumado, mas perante os cantores da época, era uma obrigação ser elegante. As mudanças no seu visual tornar-se-ia uma constante. Não deixou de gravar discos durante as mudanças, e em 1955 lançou seu primeiro sucesso no Brasil, o Blue Gardênia, em uma versão que trouxe dos Estados Unidos em português. Na época, era um sucesso na voz de Nat King Cole, seu ídolo. Di Veras trabalhou com o artista até 1958, quando ele atingiu o 5º lugar nos álbuns mais tocados nos EUA. Foi convidado para uma excursão aos EUA por Cardinal Spellman em 1955. Durante a viagem no navio, cantou músicas religiosas. Já nos EUA, com nome artístico de Ron Coby, gravou alguns LP's com a orquestra de Paul Weston, cantando em inglês. Entre 1955 e 1958, ficou indo e voltando dos Estados Unidos. Em 1956, ele apareceu no filme Com Água na Boca cantando seu grande sucesso, Conceição. Na época, foi citado nas revistas Time e Life como: O Elvis Presley brasileiro. Em 1957, foi o primeiro cantor brasileiro a gravar uma canção de rock em português, denominada Rock and Roll em Copacabana, que foi composta por Miguel Gustavo, também autor da marchinha "Pra Frente, Brasil". O cantor foi acompanhado pelo grupo The Snakes, formado por Arlênio, Erasmo Carlos, Edson Trindade e José Roberto (o "China"), no filme "Minha Sogra é da Policia" (1958). O grupo acompanhou-o na canção That's Rock, composta por  Carlos Imperial. Ainda gravaria a canção "Enrolando o Rock", da banda Betinho & Seu Conjunto. Após essa rápida passagem pelo gênero, o cantor não voltaria mais a gravar canções de rock, mas essa escolha não interferiu em sua carreira. Em 1958, cantou com seu ídolo de infância, Nat King Cole, ao qual dedicou um disco, em 2015. Reportamo-nos sobre CAUBY PEIXOTO BARROS (in memorian), artisticamente conhecida como CAUBY PEIXOTO (também por Professor, Ron Coby e Coby Dijon), nascido a 10/02/1931 em Niterói/RJ e falecido a 15/05/2016 em São Paulo/SP com 85 anos, após dar entrada no hospital Sancta Maggiore. Sua discografia consta de 169 discos gravados entre 1951/2016 (incluindo um póstumo em 2017), e fez 14 filmes entre 1955 e 1997. Dotes artísticos: vocal. Gênero: Jazz, Swing, Bossa-Nova, Seresta, Música Romântica, Rock, Samba, MPB, Tango e Soul. Atividade: 1951/2016. FONTE: htttps://pt.wikipesia.org/wiki/Cauby_Peixoto.

 

DEMOCRATIZANDO A POESIA:

(https://rosangelatrajano.com.br/site).

 

"Meninos do Carnaval". (Poesia de Rosângela Trajano).

 

É carnaval na minha rua

Os meninos mascarados

Com tambores de latas

Estão animados.

 

Lá vem o Papangu

A briguenta da rua

Chegou de Arlequim

Dando beijo em mim.

 

Os meninos do carnaval

Em rua minha animada

Deixam as mãos

Pequeninas ensaboadas.

ESTA EDIÇÃO É DEDICADA: aos zeladores e aos atletas profissionais.

QUEM canta...

"O Cauby vai casar / Em Portugal. Vai ser legal / A Emilinha vai ser a madrinha. E o padrinho é César de Alencar. /As fanzócas vão prá Portugal / Prá ver o Cauby casar!...". ("O Casamento do Cauby" – Composição: Luiz Wanderley & Valdir Ferreira. Canta: L.V.).

... os males espanta!

ANTES DE IMPRIMIR REFLITA SE É REALMENTE NECESSÁRIO, O MEIO AMBIENTE AGRADECE!

*Hermes Alves de Oliveira (58 anos), é sindicalista, natural de Mossoró/RN, Técnico-Administrativo aposentado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, admitido em 1º de agosto de 1976. Por vinte anos dedicou seus serviços no então Instituto de Letras e Arte - ILA, hoje FALA – Faculdade de Letras e Artes, onde ocupou o cargo de Secretário da FALA por quatro anos. É sócio fundador da antiga AFFURRN – Associação dos Funcionários da FURRN (hoje SINTAUERN) onde ocupou o cargo de tesoureiro na gestão 1985/1988. Em 1997 integrou equipe da Assessoria de planejamento da UERN (1997/1998), passou pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (03 anos), e foi Membro (suplente) do Conselho Curador da FUERN – Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2008/2010). Integrou o CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social (como suplente na primeira gestão em 1996/2000) e assumiu a titularidade (2000/2002) e posteriormente o CMS – Conselho Municipal de Saúde (2003/2006). Foi editor e apresentador do Programa Trabalho e Cidadania pela extinta FM Alternativa (96,5) no período de 2001/2006. De 18/07/2012 a 09/09/2014 foi suplente no CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social, representando a Sociedade Civil pelo SINAI. Por treze anos (2001/2014) trabalhou na Faculdade de Direito da UERN, lotado no Departamento de Direito e depois na Secretaria da Faculdade que, completados 38 anos de contribuição a IES, aposentou-se em setembro de 2014. É funcionário da DATANORTE (ex-COHAB) desde outubro de 1981. Milita nos movimentos social e sindical desde 1980, onde ocupou vários cargos como diretor do SINAI – Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta e Indireta do RN na Regional do Médio Oeste em Mossoró, no período de julho/1995 a novembro de 2016. Em 23/11/2016 tomou posse no Conselho de Representantes Sindical do SINAI para mandato no triênio 2016/2019.


domingo, 4 de fevereiro de 2018

Coluna de Notícias 807. (Anexo slide: A Beleza Potiguar III).

"DEMOCRATIZANDO A COMUNICAÇÃO – Coluna de Notícias"

Uma forma diferente de noticiar!"

Ano X – Edição nº 807 (geral) e 5ª do ano. Fontes de informações: rádios, tv, jornais e e-mails.

*Hermes Alves de Oliveira, idealizador e editor – Criado em 13 de outubro de 2007.

Contatos telefônicos: (084) 9.8125-2674/Vivo, 9.8848-2592/Oi (WA), .99416-4808/Claro e 9.9921-5275/Tim.

Contatos eletrônicos: hermesoliveira1@hotmail.com / http://democratizandoacomunicacao.blogspot.com.br/.

Mossoró/RN, domingo, 04 de fevereiro de 2018 – Edição Especial - Atualizações aos sábados.

Túnel do tempo = Ano: 2017. Semana: 05/52, dias: 35/365 e faltam 330 dias para o final do ano.

"Causos, poesias e prosas democráticos!"

"Eu tenho pra lhe dizer / Que sou brabo e me gabo, Porque nasci uma vez / Mas outra vez eu me acabo / Mas se me aperriarem, eu brigo até com o diabo!" - Por Antônio Ferreira da Silva - Poeta. Abraços, Mané Beradeiro - Cidadão da lendária e mítica São Sarauê. Contador de Causos e declamador de poesia matuta na literatura do Rio Grande do Norte. (Francisco Martins – Escritor e criador d'O Mané Beradeiro. www.franciscomartinsescritor.blogspot.com).

 

Estimados/as Amigos/as:

31 DE JANEIRO DE 2018 ESTÁ MARCADO COMO DIA DE LUTA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO RN, com todas as honrarias especiais para as categorias da Saúde e UERN (Docentes e Técnicos) pela resistência da luta travada com greves gerais por quase noventa dias. Somada com o apoio do FES/RN – Fórum Estadual de Servidores do RN com outras vinte categorias e respectivas bases. Sem deixar de registrar o engajamento de alguns aposentados e pensionistas sempre sintonizados com as lutas trabalhistas ou nos movimentos sociais. Uma luta não igual mas de grande importância de união de classes quanto a Campanha Salarial de 1995. Em pleno ataques neoliberais orquestrados por FHC (sem saudosa memória) vendendo o país a preço de banana, privatizando e fechando repartições públicas endossado por Garibaldi Filho. A unificação da luta naquela época salvou o desemprego de milhares de trabalhadores de empresas extintas e a conquista de realinhamento salarial na ordem de 20% de forma linear para os servidores do RN. Parabéns companheiros, bravos lutadores. E que o exemplo contamine de ânimos os jovens servidores para com garra e bravura no enfrentamento de futuros ataques desses que estão no poder a serviço dos banqueiros e capitalistas sanguessugas do dinheiro público. As Eleições Gerais de 2018 já se aproxima e esta é a porta de entrada para expulsarmos os políticos que votaram contra os servidores, aposentados e pensionistas. Como também em favor do desmonte do aparelho público de relevantes serviços prestados aos mais necessitados. Boa leitura nobre leitor/a.

 

CRISE NÃO MELHOROU CONTROLE DE GASTOS, DIZ PESQUISA. O brasileiro não aprendeu nada com a crise dos últimos anos. Pelo menos financeiramente, afirma Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, com base em pesquisa feita pelo birô de crédito que mostra que, no ano passado, 8 em cada 10 consumidores não conseguiram fechar as contas do mês somente com o orçamento.

O percentual, de 77%, é alarmante, segundo a especialista. "Mesmo que a gente tenha tido uma crise econômica muito severa, as pessoas não mudam os comportamentos", diz Kawauti. "Eu tinha a impressão de que a crise ia ter um impacto positivo, que elas iriam colocar a vida financeira como prioridade. Mas ninguém controla gastos. Ou seja, mesmo sem crise, a gente vai continuar com inadimplência alta, crédito com juros altos".

Embora cortar as despesas ainda seja uma tarefa difícil, 40% dos entrevistados mudaram os hábitos de consumo, priorizando itens mais baratos e pesquisando mais os preços dos produtos, mostra o levantamento, realizado com 805 pessoas em novembro de 2017.

"Não é que as pessoas não sabem que a educação financeira é importante. O problema está em passar da constatação para a prática", afirma a economista-chefe do SPC Brasil. "Olhar para a vida financeira pressupõe que lide com frustrações de não conseguir comprar tudo o que se quer, mas isso é importante para evitar que consumidor se enrole lá na frente", conclui Marcela Kawauti. FONTE: sosconsumidor.com.br, em 30/01/2018.

 

ADUERN TEM AUDIÊNCIA COM GOVERNO E CONVOCA CATEGORIA. Na próxima segunda-feira (05), às 11h, será realizada audiência entre a ADUERN e o Governo do Estado. Diante disso, Convocamos toda a categoria a participar deste espaço e fortalecer a pressão contra os atrasos de salário e a falta de um calendário de pagamento.

A ADUERN irá disponibilizar café da manhã, almoço e transporte. A concentração será na sede do sindicado às 4h45 e a saída do ônibus será impreterivelmente às 5h. Por volta das 6h o ônibus fará parada no Campus de Assú, onde se somam à luta os interessados/as que residam na cidade. O café da manhã será na cidade de Lages. O retorno a Mossoró será às 15h.

 

SOS AO CAFÉ E ARTESANATO. Na semana passada um surpreendente incidente destruiu o aconchegante estabelecimento dos amigos Mary e Reuber, o Café e Artesanato foi tomado pelo fogo e graças à Deus não houve vítima e somente dano material e recuperável. Para isso é hora dos amigos e frequentadores chegar junto e ajudá-los a recompor fazendo doações de: talheres, pratos, panos de prato, copos e até quantia em dinheiro. Mais informações sobre, fazer contato diretamente com Mary - (84) 9.8806-4244 (AW). Vamos ajudar pessoal! Fazer valer a solidariedade ao Reuber e Mary.

 

RIVÂNIA MOURA, REPÓRTER POR UMA EDIÇÃO! – "A LUTA DOS SERVIDORES DO RN, CONSEGUIU GARANTIR A PERMANÊNCIA DOS DIREITOS". Estamos permanentemente em luta, pois escolhemos a via da transformação, da indignação, da revolução. O caminho a percorrer exige coragem, força, determinação, firmeza, mas também exige compreensão, confiança, entusiasmo, mediação. O combate tem nos ensinado que o nosso cansaço, as nossas fragilidades quando somadas se transformam em força e determinação. Ombro a ombro, lado a lado seguimos com a certeza que precisamos continuar e acreditar na nossa firmeza e, na confiança de que cada passo é importante.

Hoje (31/01) tivemos uma vitória frente ao poder instituído no Estado para representar o capital. Por isso é uma vitória, pois não significa apenas uma derrota do governo ou das próximas eleições, mas uma derrota dos desmandos do capital sobre o fundo público. Com isso quero parabenizar a cada trabalhador e trabalhadora que enfrentou, sob o sol quente, a repressão policial, as adversidades e acreditou na luta, na resistência.

Temos clareza dos limites dessa luta e das vitórias, mas temos também a alegria da comemorar um ganho numa conjuntura adversa e perversa.

Vamos continuar a nossa organização, a nossa luta, a nossa garra e persistência. Novas batalhas, novas conquistas virão. Vamos alimentar os sonhos, impedir o medo e construir nossas vitórias.

 

BRONCA DO LEITOR/INTERNAUTA (581). – Onde esta a justiça do RN que não faz nada pelos idosos aposentados doentes? Ao contrário todos os governadores tiraram dinheiro do FUNFIR, Robinson frouxão não pode. Acorda justiça, estamos perdendo a paciência e quando fizermos uma ação mais violenta por revolta vão nos chamar de loucos. Loucos são vcs por dinheiro e poder. William Pereira, via facebook, em 03/02/2018.

 

FIQUE SABENDO... "O enfado das mortes anunciadas". Por Paulo Afonso Linhares – Professor e jurista, texto indicado por Rubens Coelho – Escritor e Jornalista. FONTE: facebook pessoal, em 03/02/2018.

Por favor, leiam na íntegra o excelente artigo do jurista Paulo Linhares. Deixem a preguiça mental de lado e leiam, seja de direita, de esquerda, a favor ou contra, inteligente ou burro, lúcido, imbecilizado e alienado, enfim, se quer participar dos debates sobre o momento político brasileiro atual com o mínimo de conhecimento, leiam o texto transcrito. Rubens Coelho.

Nada mais enfadonho que a linearidade das coisas, a mesmice mortalmente previsível, as bobagens do politicamente correto, a cega crença em valores que nada valem, como é o caso da justiça que, na certeira concepção do filósofo Nietzsche, é apenas uma concessão de quem detém efetivamente o poder. Como um ser-em-si a justiça não existe. Justiça, não deixa de ser aquela ilusão de equidade, categoria conceitualmente indefinida que não raro se converte na vontade política de uma elite perversa e não menos grotesca que impõe à sociedade o seu modo de existir-no-mundo. É no poço da equidade que os juízes 'encontram' as razões de decidir que até podem transcendem o direito posto - a lei, a jurisprudência, os uso e costumes - para formar seu livre convencimento na apreciação das provas, mesmo quando estas não existem.

Lamentável que o "povo do PT", além de outros desatinos, acreditava que a fronte áurea e o argênteo peitoral da deusa Themis reluziriam a verdade no julgamento da apelação do ex-presidente Lula pela 8ª Turma do TRF4, ocorrido em 24 de janeiro de 2018. Mortal engano. Enquanto o fatigada divindade se consumia nalgum bordel do Olimpo, de Paris, Hong Kong, Miami ou de Istambul, esses meninos traquinos, pomposamente denominados 'desembargadores federais', em seu nome, solenes e circunspectos, envergaram mortalmente o direito, enxovalharam a Constituição do Brasil, para impor terríveis castigos a esse retirante nordestino que um dia ousou, como um Prometeu caboclo, inverter a equação dos senhores da Casa-Grande. Querem devorar o seu fígado, sentença a sentença. Outros processos, igualmente aleijões jurídico-processuais, estão nas retortas do Califado de Curitiba e desaguarão na mesma vala comum do caso recentemente julgado em Porto Alegre. Resultados previsíveis.

Longas e não menos enfadonhas preleções destituída de juridicidade e da lógica mais elementar, tornadas mais bizarras e desconexas à medida em que escorregavam das bocas togadas desses meninos-juízes-poderosos do Tribunal Regional Federal da Quarta Região. Mentiras ganharam foros de incontestáveis verdades; provas que eram meros simulacros de verdade passará à condição de absolutas certezas. Sim, esse sonhador e não menos ingênuo retirante nordestino que lutou para resgatar da miséria mais de trinta milhões de brasileiros deveria pagar por tamanha ousadia. Ora, não deveriam ele e seus 'protegidos' esperar que o Mercado-deus lhes absolvesse, sobretudo ele, o Lula que tantas concessão fez aos poderosos da "livre iniciativa"? Adjuva nos et redime nos!

Coisa nenhuma! A chibata da lei tergiversante deve vergastar impiedosamente o lombo de Lula até que ele se lembre de onde veio e para onde jamais poderia ter ido. A retórica implacável do meninos-togados da 8ª Turma do TRF-5 vai jogá-lo naquele círculo do inferno destinado aos ingênuos, que o poeta Dante sequer ousou descrever. E espicharam uma pena que já era ridícula em nove para pesados doze anos, para gáudio da Rede Globo e congêneres do baronato midiático, dos conservadores e idiotas de todos os matizes. Lula na cadeia tudo se resolve? Parece que sim, pelo que se vê dessa confusão de vozes que grassa no terreno pantanoso das redes sociais.

Certo é que essas coisas anunciadas, como foi a manutenção da sentença do califa Sérgio Moro pelos juízes da 8ª Turma do TRF4, no julgamento da apelação do ex-presidente Lula, ocorrido em 24 de janeiro de 2018, não deixam de ser enfadonhas: de um ou de outro lado, todos sabiam que 'ferrar' uma possível candidatura presidencial do líder petista começaria com a sua condenação por um órgão colegiado de segunda instância, nos marcos da Lei da Ficha Limpa que, aliás, recebeu a sanção de Lula, à época poderoso inquilino do Palácio do Planalto. Ele foi na onda do politicamente correto e ajudou trazer a lume uma lei que atropelou importantes direitos fundamentais, como a presunção da inocência que proíbe a prisão antes de esgotados todos os recursos processuais. Enfim, Lula fez o laço que agora querem apertar no seu pescoço.

A sentença de primeiro grau não apenas foi mantida, como ampliado o período de prisão de Lula, de nove para doze anos, em regime fechado. De um lado, pessoas indignadas com essa pouco compreensível livre convicção que ronda as cabeças dos empoderados juízes deste país e que constitui num álibi perfeito para todas as teratologia que possam parir enquanto privilegiados interpretes e aplicadores das leis segundo suas próprias convicções. Do outro, aqueles que, por múltiplas razões, querem ver esse cabeça-chata nordestino a espiar o grave pecado de ter sonhado com um Brasil para todos, sem miséria e com cidadania. Infelizmente, para conseguir essas coisas, ele se juntou com quem não devia. Lula e seu partido pagarão um alto preço pelas alianças espúrias que fizeram com conservadores e corruptos de todas extrações, para garantir o acesso ao poder e a governabilidade.

O artifício jurídico de impedir a candidatura de Lula não encerra a questão nem evita que o seu nome continue na ponta das pesquisas eleitorais, algo que se ampliará com sua quase certa prisão. Fato é que, onde quer que ele esteja terá peso na eleição presidencial deste 2018: o seu apoio poderá eleger o próximo presidente da República. Isto nenhum tribunal poderá impedir. No mais, é torcer para que as forças vivas desta nação tupiniquim possam acertar um projeto comum que fortaleça as conquistas políticas e materiais da sociedade brasileira. Já é tempo.

 

CONQUISTE SEU EMPREGO:

NACIONAL: A INB – Indústrias Nucleares do Brasil SA., realizará PROCESSO SELETIVO oferecendo VAGAS PARA VÁRIOS CARGOS, inscrições abertas até o dia 08/02/2018. Escolaridade exigida: MÉDIA / SUPERIOR. Salários: até R$ 6.094,00;

PE: A Prefeitura de Coité/BA realizará CONCURSO PÚBLICO, oferecendo 114 (centro e quatorze) VAGAS PARA VÁRIOS CARGOS, inscrições até o dia 11/02/2018. Escolaridade exigida: MÉDIO / SUPERIOR. Salários: até R$ 2.025,82. Maiores informações pelo edital no site: www.pciconcursos.com.br/concursos.

 

PANO RÁPIDO:

DE CANTADA E ASSÉDIO SEXUAL. Como diria o "filósofo": "tudo de mais é muito". É preciso diferenciar uma cantada de mau gosto do verdadeiro assédio sexual, o qual envolve coerção, superioridade hierárquica, ameaça.

Nos anos 90, numa festa no BNB Clube, um amigo abordou uma moça com uma cantada extremamente sem graça. Chegou para a pretendente e sapecou: "– Mamãe sempre me manda dormir com os anjos. Vamos?". A moça virou de costas e saiu.

Caso isso acontecesse nos dias atuais, corria o risco desse meu amigo sair preso sob acusação de assédio sexual, isso se - se livrasse do linchamento por parte dos outros frequentadores.

O politicamente correto avançou tanto nessa questão que muitos homens já têm medo de cortejar uma mulher que lhe despertou o interesse, sob pena de ser acusado de cometer o crime de assédio sexual. FONTE: Erasmo Firmino, via facebook, em 30/01/2018.

 

REGISTROS:

AMIGOS/AS DE PARABÉNS NA SEMANA!"Chegou a hora de apagar a velinha / Vamos cantar, aquela musiquinha! / Parabéns! / Parabéns! Pelo seu aniversário!" - Dia 02: Glória Bezerra – Enfermeira, Josafá Inácio da Costa e Ossivaldo Carlos – Professores (04). Seguidos por: Evânia Gurgel - Professora, Roberto Mitre e Rozângela Lima – Autônomos (05); Roberta Fernandes – A. Social (06); Íbero Hipólito – PT/Mossoró (07); Eliane Bandeira, Iara Monteiro - Publicitária, Graça Alves, Marcelo Melo Costa – Professores e Matews Aires – Publicitário (08); Fátima Guimarães – UERN, Genildo Sousa – Petroleiro, José Estrela – Adv., Socorro Dantas - Autônoma e Matuzael Aires – DATANORTE (09). E dia 10: Ediane Fernandes – Autônoma, Mazé Lopes – HRTM e Rokátia Kleania – Professora.

DO AMIGO/A LEITOR/INTERNAUTA: "Obrigado Hermes, pelo envio das informações e feliz 2018. Jorge Torres". – Grande companheiro JT, sempre atento as nossas publicações. Eu que te agradeço pela preciosa atenção. Avante amigo, com saúde e paz!

 

MEMÓRIA:

HÁ 69 ANOS! – Inaugurado o primeiro chafariz de Mossoró, pelo Prefeito Dix-sept Rosado, em 02/02/1949;

NA EDIÇÃO Nº 752/2017 (de 27/01), tratamos do seguinte tema: Honorários: advogado pode reter dinheiro ganho por cliente; Dia do Orador (27 de janeiro); ADUERN participa de ato em Natal; Bronca do leitor/internauta (533), por Luiz Carlos Martins; Fique sabendo... "25 de janeiro – Dia do Carteiro".

DIA: hoje é Dia do Atleta Profissional (Lei nº 9.615, de 24/03/1998) e Dia Mundial do Câncer. Amanhã (05) será Dia do Papiloscopista/Datiloscopia (especialista em identificar impressão digital).

 

DO MUNDO ARTÍSTICO:

É um cantor e compositor brasileiro. Gravou mais de 20 discos e é considerado um grande nome do gênero samba e pagode. O artista, que começou sua carreira nas rodas de samba dos bairros de Irajá e Del Castilho, subúrbio do Rio de Janeiro, tornou-se tão imensamente popular que seus shows chegam a ser contratados por cachês generosos, sendo realizados nas mais badaladas casas de espetáculo do país. Sempre fiel a suas características de irreverência e jocosidade, nosso homegeado recebe também reconhecimento da crítica e de artistas e compositores consagrados. Nei Lopes afirma que o sambista "é uma das poucas unanimidades nacionais, elevado ao patamar do mega-estrelato pop pelas gravadoras". Filho de Irinéia e Jessé, nasceu em Irajá onde desde pequeno passou a frequentar rodas de samba influenciado por sua família. Morou em vários bairros do Rio mas sempre demonstrou enorme apreço por Xerém (distrito de Duque de Caxias), na qual possui um sítio e uma escola de música para crianças carentes da região. Sua primeira gravação foi em 1983, com o samba "Camarão que dorme a onda leva", de sua autoria e de Arlindo Cruz, a partir do convite de sua madrinha Beth Carvalho. Em 2003, no auge de sua carreira, foi o primeiro artista de Samba a gravar um especial de TV, CD e DVD pela MTV Brasil (tradicional reduto do pop rock). O Acústico MTV, gravado no Rio, foi um de seus discos mais vendidos, rendendo inclusive uma segunda edição em 2006 (a primeira da história da MTV Brasil). O segundo acústico, batizado de Acústico MTV Zeca Pagodinho 2 - Gafieira, homenageou o samba de gafieira. Em 2007, o cantor criou o selo Zeca Pagodiscos, em parceria com o produtor musical Max Pierre, ex-diretor artístico da Universal Music no Brasil. O primeiro trabalho da parceria (lançado em conjunto com o selo Música Fabril, novo selo de Max, com distribuição da gravadora EMI) foi o CD e DVD Cidade do Samba, gravado na Cidade do Samba, reunindo vários artistas brasileiros de vários estilos musicais, como Martinho da Vila, Jair Rodrigues, Cláudia Leitte, Ivete Sangalo, Nando Reis, Erasmo Carlos, Gilberto Gil, entre outros. Atualmente, Zeca reside na Barra da Tijuca com a mulher, Mônica Silva, e seus quatro filhos: Eduardo, Louis, Elisa e Maria Eduarda. Em 2016, foi um dos convidados especiais na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos "Rio 2016". Reportamo-nos sobre JESSÉ GOMES DA SILVA FILHO, ele completa 59, artisticamente conhecido por ZECA PAGODINHO nasceu em Irajá – Rio de Janeiro/RJ no dia 04/02/1959. Sua discografia consta de 30 discos gravados entre 1983/2016 passando por várias gravadoras. Grammy Latino: teve doze indicações e venceu quatro (2000, 2001, 2002 e 2007) e venceu vários prêmios e troféus. Dotes artísticos: vocal e cavaquinho. Gênero: Samba, Pagode, Partido-Alto e MPB. Está em atividade: desde 1983. FONTE: https://pt.wikipedia.org/wiki/Zeca_Pagodinho.

 

DEMOCRATIZANDO A POESIA:

(https://rosangelatrajano.com.br/site).

 

"Menino do Barguinho". (Poesia de Rosângela Trajano).

 

O menino do barquinho
Foi nele passear
Navegou em alto mar
Dentro das suas profundezas
Encontrou navios naufragados
Ainda tão pequenino
E já tinha desassossegos
.

ESTA EDIÇÃO É DEDICADA: aos atletas profissionais, em geral, e aos papiloscopistas.

QUEM canta...

"Eu já passei por quase tudo nessa vida / Em matéria de guarida espero ainda minha vez / Confesso que sou de origem pobre / Mas meu coração é nobre, foi assim que Deus me fez...". ("Deixa a Vida Me Levaer" – Composição: Zeca Pagodinho. Canta: Z.P.).

... os males espanta!

ANTES DE IMPRIMIR REFLITA SE É REALMENTE NECESSÁRIO, O MEIO AMBIENTE AGRADECE!

*Hermes Alves de Oliveira (58 anos), é sindicalista, natural de Mossoró/RN, Técnico-Administrativo aposentado pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, admitido em 1º de agosto de 1976. Por vinte anos dedicou seus serviços no então Instituto de Letras e Arte - ILA, hoje FALA – Faculdade de Letras e Artes, onde ocupou o cargo de Secretário da FALA por quatro anos. É sócio fundador da antiga AFFURRN – Associação dos Funcionários da FURRN (hoje SINTAUERN) onde ocupou o cargo de tesoureiro na gestão 1985/1988. Em 1997 integrou equipe da Assessoria de planejamento da UERN (1997/1998), passou pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (03 anos), e foi Membro (suplente) do Conselho Curador da FUERN – Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2008/2010). Integrou o CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social (como suplente na primeira gestão em 1996/2000) e assumiu a titularidade (2000/2002) e posteriormente o CMS – Conselho Municipal de Saúde (2003/2006). Foi editor e apresentador do Programa Trabalho e Cidadania pela extinta FM Alternativa (96,5) no período de 2001/2006. De 18/07/2012 a 09/09/2014 foi suplente no CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social, representando a Sociedade Civil pelo SINAI. Por treze anos (2001/2014) trabalhou na Faculdade de Direito da UERN, lotado no Departamento de Direito e depois na Secretaria da Faculdade que, completados 38 anos de contribuição a IES, aposentou-se em setembro de 2014. É funcionário da DATANORTE (ex-COHAB) desde outubro de 1981. Milita nos movimentos social e sindical desde 1980, onde ocupou vários cargos como diretor do SINAI – Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta e Indireta do RN na Regional do Médio Oeste em Mossoró, no período de julho/1995 a novembro de 2016. Em 23/11/2016 tomou posse no Conselho de Representantes Sindical do SINAI para mandato no triênio 2016/2019.



Livre de vírus. www.avast.com.